quinta-feira, 16 de maio de 2013

Brotos de Amor

Per la lettura in lingua italiana, clicca qui:
Germogli d'amore

Sou
Todo sentimento,
Todo amor.
Amor que vem de dentro
Do coração
E circula pelas veias
Do meu corpo;
Que consegue atraversar
A pele
E ir além
E transformar-se em luz
E atingir a todos
Que ao meu redor
Estão.
Não posso negar
A felicidade a mim mesmo.
Não posso negar
A felicidade em mim,
Nem este amor
Que me jorra no peito,
Que brota em meu corpo.
Não me envergonho
De observar uma flor
Ou uma paisagem
Pela estrada,
Sentir o som dos passarinhos
Que cantam felizes
Ou tristes, não sei.
Não me deixo vagar por estradas
A recolher migalhas de desilusões.
Sou um colecionador de emoções,
Que encontro muitas vezes em coisas
Pequenas e simples.
Disseram-me que isso é bobagem,
Coisa de criança.
Penso que é impossível
Não conhecer o amor!
Talvez estes preferem ser terrenos inférteis!
Ide,pois, vós que pensais assim,
Ficarei por aqui,
No mundo que me faz feliz!
Wagney Hipólito 16/05/2013

Nenhum comentário:

Postar um comentário