domingo, 14 de junho de 2015

Lembre-se

Per la lettura in lingua italiana, clicca qui:
Ricordati

Que uma vida de correria
Apenas em busca
Daquilo que não se encontra sem esforço
Sem choro, sem dor,
É como carregar consigo um relógio parado...
É sempre necessário um preço pelo conhecimento...

Lembre-se que não lutar
É como a lamentação das pétalas das rosas
Caídas e jamais colhidas...
É como um barco amedrontado
Atracado em frente ao mar que sempre sonhou
E jamais navegou...

Lembre-se que uma vida sem sonhos
É como viver um “papel em branco”
A caneta é a coragem que serve
Para escrevê-los na realidade
E que espera aquele necessário momento de coragem...

E não se esqueça nunca
Que cada dia é bom
Para se tomar uma decisão.

Wagney Hipolito 06/06/2015